Faq Transferência de credito

É possível transferir o crédito habitação para outra entidade bancária?

Sim, é possível fazê-lo, desde que a entidade bancária seja avisada com 10 dias úteis de antecedência.

Quanto tempo tem a instituição de crédito atual para dar as informações necessárias à outra instituição credora para se poder transferir o crédito?

O banco atual tem um prazo de 10 dias úteis para facultar à instituição para a qual o crédito vai ser tranferido todos os elementos e informações necessárias para a concessão de um novo empréstimo.

Que aspetos devem justificar uma mudança de banco?

Para realizar a transferência de crédito habitação é imprescindível, antes de mais, fazer uma análise das condições que estão a ser oferecidas e compará-las com as do empréstimo atual para verificar se a mudança poderá efetivamente, ou não, ser vantajosa.

Como transferir o crédito habitação?

Após recorrer-se a um mediador de crédito e depois de se escolher a instituição financeira com a melhor solução, seguem-se três etapas para a conclusão do processo de mudança.

A primeira consiste em comunicar, ao banco escolhido, o desejo de mudar de banco para transferir o crédito, sendo, de seguida, necessário entregar alguma documentação:

Documentos de identificação dos titulares do crédito habitação;

Últimos três recibos de vencimento para trabalhadores dependentes ou recibos dos últimos seis meses para indivíduos que trabalhem por conta própria;

Declaração da entidade patronal;

Última declaração de IRS e Nota de Liquidação;

Mapa de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal;

Caderneta Predial e Certidão de Teor;

Extrato bancário dos últimos três meses;

Comprovativos de IBAN e de morada.

Por outro lado, dever-se-á ainda informar a instituição na qual se detém atualmente o empréstimo de que se vai transferir o crédito habitação. Esta comunicação tem de ser feita com 10 dias de antecedência e, após este período, pode-se avançar com o processo.

A instituição na qual se contratou inicialmente o financiamento deve proporcionar ao banco para o qual se irá transferir o crédito habitação todas as informações e documentação necessárias num período máximo de 10 dias úteis.

Também é necessário referir que todos os créditos habitação são eventualmente reembolsáveis antecipadamente, ou seja, é possível optar pela transferência para outra instituição. Imagine-se que o cliente pediu um crédito para comprar terreno e que mais tarde deseja transferir esse empréstimo para outro banco. Pode fazê-lo sem qualquer problema.

Quais os custos associados à transferência de crédito habitação?

Transferir o crédito habitação é um processo menos burocrático e moroso do que a contratação inicial de um empréstimo para comprar um imóvel. No entanto, é necessário considerar alguns custos para se perceber se é, ou não, vantajoso.

Primeiramente existe uma comissão de reembolso antecipado a considerar. Caso o contrato atual tenha uma taxa de juro variável, esta comissão não poderá ser superior a 0,5% do capital a reembolsar. Por outro lado, se o empréstimo tiver taxa de juro fixa, esta comissão não deverá ser superior a 2% do capital reembolsado

Existem ainda outras despesas e comissões a considerar, tais como: comissão de abertura ou de estudo; comissão de gestão; comissão de avaliação; custos com registos e escrituras; custos de solicitadoria e emolumentos notariais.

Existem bancos a suportar os custos da transferência do empréstimo?

De forma a captar novos clientes, existem várias instituições financeiras que suportam estes custos, parcialmente ou na totalidade, para os consumidores que desejam transferir o seu crédito habitação.

Assim, para além das ofertas cada vez mais competitivas, os consumidores poderão beneficiar destas campanhas que reduzem ou eliminam completamente os encargos com a mudança do crédito de banco, tornando ainda mais apelativa a transferência, visto as poupanças potenciais serem ainda mais avultadas.

Envie-nos uma mensagem que entramos em contacto consigo

Credisucesso© 2022. Direitos Reservados